Amigos da A Professora Tia Lilian

domingo, 8 de novembro de 2009

Haikai para Vincent.

Haiku ou Haikai é uma forma poética de origem japonesa,
composto por três linhas, contendo na primeira e na
última cinco letras japonesas e sete letras na segunda.
Self-portrait - 1889.
" Teu azul profundo,
nos olhos do cristal tímido,
cintila o mundo." (por Fred Malos)
The painter on his way to work - 1888.
" Viver é super difícil
o mais fundo
está sempre na superfície." (por Paulo Leminski)
Wheat field with crows -1890.
" Doente em viagem
sonho em secos campos
Ir-me enveredar." (por Bashô)
Bulb fields - 1883.
" Não sei teus gestos
nem a cor do teu sorriso
mas pressinto os passos." ( por Eolo Yberê Libera)
Avenue of poplars in autumn - 1884.
" Vaga tristeza
vaga lume
vaga só." (por Alonso Alvares)
Bowl with sunflowers, roses and other flowers - 1886.
" Guardei para você,
num verso de porcelana,
as flores da manhã." (por Eolo Yberê Libera)
Vincent's chair with his pipe - 1888.
" Quando me canso da paisagem
do leste, viro a cadeira
para oeste." (por Paulo Franchelh)
The novel reader - 1888.
" Solidão de outubro:
folhas varridas no vento
levam meu recado." (por Anibal Beça)

Vincent's bedroom in Arles - 1888.
" No tempo do amor
meus sonhos de espaço vazio
mobiliado de fantasmas." (por Lisa Carducci)
Vincent's house in Arles (The yellow house) - 1888.
" Amar é um elo
entre o azul
e o amarelo." (por Paulo Leminski)
Starry night over the Rhone - 1888.
"A vasta noite
não é agora outra coisa
senão fragrância." (por Jorge Luis Borges)
Factories seen from a hillside in moonlight - 1887.
" Olhos cheios de sol
tarde por um triz
por hoje estou feliz." (por Camila Jabur)
The church at Auvers - 1890.
" A igreja branca,
sufocada entre eucaliptos
Aldeia de minha mãe ..." (por Paulo Franchellh)
Blossoming almond tree - 1890.
" Hoje não me alegram
as amendoeiras do horto
Me lembro de ti." (por Jorge Luis Borges)
Vase with fifteen sunflowers - 1888.
" Guardei para você,
num verso de porcelana,
as flores da manhã." (por Eolo Yberê Libera)


Matsuo Bashô Ogaki - shi (1644 - 1694).
Conhecido simplesmente por Bashô; escritor e
poeta bonzo-budista.Foi ele quem codificou e

estabeleceu os cânones do tradicional Haikai

japonês. Em japonês, Haiku são tradicionalmente

impressos em uma única linha vertical.
Bashô nasceu próximo ao vilarejo de Ueno, na

província de Iga (atual Mie) em Tóquio, em uma

família de origem samurai.
1662 - Publicou seu primeiro poema.
1672 - Editou uma antologia "Kai Ooi".
1684 - Publicou "Minashiguri" antologia de
versos.
1685 - Época de seu Haikai mais célebre
"No antigo lago" e seu livro mais famoso
"Sendas de Oku".
Seu último Haikai fala de sua jornada poética.
" tabi ni yande
yume wa kareno wo
kakemeguru." (A tradução está no quadro
"Campo de trigo com corvos.")

4 comentários:

  1. Oi Lilian, sabe que tambem tenho esta virtude que infelismente me deixa iritado muitas das vezes rs...

    enfim, eu nao sei fazer tudo de blog mais posso ver se consigo ajudar, pode falar, abraços!

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do blog, professora.
    Se quiser tranforma em um site me consulte lá no John Knox.

    ResponderExcluir
  3. Lilian, entrar em teu blog é um passeio matinal num domingo de cores harmoniosas. E essas cores escapam dos quadros desse nosso pintor incrível!
    Parabéns!
    Sua amiga,
    Alaíde Xingu

    ResponderExcluir